HOME •  INFORMAÇÃO • Artigos
Os Perigos de uma Escola Não Cristã I

Muitos pais cristãos não se dão conta dos perigos de uma educação escolar não cristã. Alguns, por mais cuidadosos que sejam, se preocupam com o que é ensinado em relação a algumas festas e eventos nas escolas, outros se preocupam com o ambiente e com a influência dos costumes e linguagem de crianças não cristãs, outros ainda preocupam-se apenas com o desempenho acadêmico dos seus filhos nestas escolas achando que a influência da escola é apenas acadêmica. Apesar de serem legítimas estas preocupações, são ainda muito superficiais diante de uma realidade bastante hostil de um sistema de ensino fundamentado em premissas humanistas e de onde Deus está ausente de todo processo educacional. A bíblia é clara em responsabilizar os pais para oferecerem uma educação piedosa para os seus filhos. Os pais são os principais responsáveis para que seus filhos aprendam o temor do Senhor, sejam aptos a cumprirem integralmente o seu chamado e sirvam a sua geração honrando as suas famílias e a Deus.

Diante da responsabilidade que possuem, os pais cristãos devem ter muito cuidado com aquilo que tem sido ensinado nas escolas, como seus filhos são ensinados e quem são seus professores. O coração das nossas crianças é um solo fértil e pronto a ser semeado. O coração e mente dos nossos filhos podem ser facilmente ser capturados por uma visão e pensamento de um sistema mundano e humanista. A escola é um lugar de intenso aprendizado em todas as áreas da vida. É necessário lembrar que as nossas crianças passam nada menos do que 1.000 horas/aulas por ano em um tempo de qualidade diante dos seus professores, lidando com situações em todas as áreas da vida. Soma-se ainda a este tempo, toda a influência dos colegas, da TV, dos jogos, músicas e outras situações do dia-a-dia. Será que algumas horas semanais na escola bíblica ou cultos infantis fará frente a toda esta avalanche de influência do mundo na mente fértil dos nossos filhos? Qual semente que irá brotar no futuro, a que é plantada na igreja ou a que é plantada nas escolas?
“Temo que as escolas provarão ser os maiores portões do inferno a menos que diligentemente trabalhemos na explanação das Santas Escrituras, gravando-as no coração dos jovens. Aconselho que ninguém coloque seu filho em um local no qual a Escritura não reine soberana. Toda instituição na qual os homens não estão incessantemente ocupados com a Palavra de Deus se tornará corrupta.”

Observando esta declaração do reformador Martinho Lutero ainda no século XVI, podemos concluir que sua percepção para esta realidade era extremamente aguçada e legítima e ainda hoje é real.
A educação não é neutra, ela é uma atividade religiosa da sociedade, pois quem ensina, ensina conforme as suas crenças e visão de mundo. Uma educação onde Deus está ausente e os valores da Sua palavra são descartados ela se torna uma educação desprovida de valor e propósito. A verdadeira educação é aquela que aponta para a redenção do homem em todas as suas dimensões. Todo o conhecimento deve honrar a Deus e ser útil as pessoas.
Os pais cristãos precisam abrir os seus olhos a esta realidade e fundarem e apoiarem escolas cristãs onde todo conhecimento seja ensinado numa perspectiva que honre o Criador e que toda verdade seja finalizada em Deus e na sua palavra.

Por Rubens Cartaxo (Dir. Adm. Instituto Imago Dei)



Clique para comentar este ARTIGO.
(Obs.: Seu e-mail não será divulgado.)

INSTITUCIONAL
MULTIMÍDIA
INFORMAÇÃO
OUTROS
Rua Cícero Fernandes Pimenta, 433 - Monte Castelo - Parnamirim-RN Fone 84 3272.3432
© 2007-2017 Imago Dei Instituto de Educação Cristã
ConexãoDigital.com